A ação de Nenê nos bastidores para paralisar o Brasileirão

Um dos nomes mais experientes da primeira divisão do Campeonato Brasileiro, o meia Nenê, do Juventude, revelou em entrevista para a TNT que debate com capitães de times da Série A sobre a paralisação da competição nacional, por conta das enchentes que assolam o povo gaúcho.

“O futebol está em segundo plano. Graças a Deus nossas famílias estão mais seguras aqui na Serra. Mas é um momento em que deveria ter uma consciência de todos. Não deveria ter apenas uma paralisação no Rio Grande do Sul. Na minha opinião, o Campeonato Brasileiro deveria ser paralisado. No momento que estamos passando, uma vida vale mais do que um gol”, iniciou.

“Os jogadores do Inter e do Grêmio têm suas famílias, seus parentes, os funcionários do clube, alguns totalmente desabrigados. Até falaram de levar os jogos para fora daqui, mas como que eu vou deixar minha família numa situação dessas? Tem gente que não consegue sair daqui (do RS), outros que não conseguem se alimentar. Não preciso nem falar o tanto de pessoas que sofreram e estão sofrendo, e está cada dia pior”, completou.

“Hoje, inclusive, fiz um texto e mandei no grupo de capitães dos clubes da Série A. Antes do campeonato, tivemos uma reunião com a CBF, envolvendo todos. E agora tentei dar esse start. Temos uma força muito grande e, se a gente se unir, podemos fazer algo para ajudar. Vamos buscar essa mesma direção. Eu imaginei que a CBF iria paralisar o campeonato. Como teve a reunião hoje (terça) e não houve esse consenso, tentei, a partir disso, falar com os capitães e mudar a rota. Tem cidades que ainda estão sendo inundadas agora, caso de Pelotas. Não tem clima nenhum. Por mais que a chuva parou um pouco, o nível da água está muito alto, a destruição foi muito grande. Então, gostaria de ter esse momento para fazer um apelo, juntar os clubes e tentar parar. A vida vai além do futebol e não estou com clima nenhum para jogar e treinar. Por mais que a gente faça muitas coisas para ajudar, estão vindo doações do Brasil inteiro, nos sentimos impotentes”, concluiu.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) adiou partidas de times gaúchos até 27 de maio. A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), por sua vez, também adiou os confrontos contra Tomayapo e Delfín pela Copa Sul-Americana.

 

CLIQUE AQUI E RECEBA AS NOTÍCIAS DO INTER NO EM SEU WHATSAPP
O Inter comunicou para a reportagem que os próximos treinos estão cancelados e a representação acontecerá em 12 de maio. Porém, o local onde acontecerá a atividade ainda não foi divulgado.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.579

Ao clicar no botão de inscrição, você nunca mais perderá os novos artigos!