A proposta de trabalho que recebeu Abel Braga

Técnico está sem clube após deixar o FC Lugano, da Suíça

Ídolo histórico do Internacional, Abel Braga foi demitido do FC Lugano, da Suíça, há cerca de um mês e recebeu um convite para trabalhar no mesmo país. Trata-se do Sion, mas a investida foi recusada.

“Fico feliz com o reconhecimento do trabalho. Cheguei a enfrentar o Sion pelo Lugano. É outro clube de destaque no país. Mas, infelizmente, naquele momento, por questões particulares, não pude aceitar. Mas outras coisas boas virão”, disse Abel Braga ao site Lance!.

Abel Braga em treino no Inter (Foto: Ricardo Duarte/SCI)
Abel Braga em treino no Inter (Foto: Ricardo Duarte/SCI)

O técnico foi demitido pelo FC Lugano com menos de três meses no cargo. A demissão, contudo, não tem como principal motivo o desempenho dentro de campo.

A equipe suíça foi comprada pelo empresário bilionário norte-americano Joe Mansueto, mesmo dono do Chicago Fire Football Club, time da Major League Soccer, dos Estados Unidos e fundador da Mornigstar, empresa provedora independente de dados e análise de investimentos.

O novo proprietário foi apresentado em entrevista coletiva na Suíça em 16 de agosto e desde então acontecem mudanças no clube. Jogadores que foram contratados não têm a certeza de permanência e alguns estão deixando o clube. É o caso de Demba Ba, por exemplo.

Com Abel Braga no comando, o FC Lugano disputou quatro partidas no Campeonato Suíço, com duas derrotas e duas vitórias. Na Copa da Suíça participou de um jogo e goleou o Chaux-de-Fonds por 7 a 1.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 1.171