A situação atual dos jovens estrangeiros que passaram pelo Inter

Estrangeiros desembarcaram no Beira-Rio, mas não conseguiram se firmar

O Internacional adotou uma estratégia nos últimos anos de contratar jovens sul-americanos por empréstimos e assim provarem seus valores. Três destes contratados no início de 2020 não empolgaram no Beira-Rio e seguiram suas vidas longe de Porto Alegre.

O atacante argentino Maxi Zalazar firmou contrato de empréstimo de dois anos. Porém, o jogador de 20 anos em 12 aparições na categoria sub-20 não empolgou e foi devolvido ao Boca Juniors. Atualmente joga pelo time B da equipe argentina.

O centroavante argentino Tomás Luján já tinha experiência no profissional do Platense. Contratado pelo Inter, teve uma séria lesão no joelho e nem chegou atuar pelo Colorado. No momento joga na segunda equipe do Platense.

O colombiano Andrés Amaya foi o que chegou mais perto de se firmar no Inter. No sub-20 foram 11 partidas e quatro gols marcados, mas no profissional foi oportunizado em apenas 138 minutos. Voltou ao time principal do Atlético Huila onde em 2021 participou de 17 partidas e tem uma assistência.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 1.373