Abel Braga: “Eu não quero conflito, mas é um número legal de jogadores”

Motivo de polêmica para o ex-técnico Eduardo Coudet, o treinador do Internacional, Abel Braga, comentou sobre o grupo de jogadores em sua apresentação na tarde dessa segunda-feira (10). Se para Chacho o elenco era curto, Abelão diz que a quantidade de jogadores é satisfatória.

“Eu não quero conflito, mas é um número legal de jogadores, temos alguns jovens também que estão muito bem”, diz Abel, que se mostrou extremamente respeitoso com o técnico anterior.

“Já fizemos uma reunião. Evidente que o Inter tem coisas a melhorar. A qualidade do treinador que saiu era muito alta. Não é que eu vou mudar. As vezes os técnicos não tem convicções parecidas. Acredito que a equipe não mudará nada. Inter está bem em todas competições. Trabalho do Coudet foi bom. Não sei se a saída foi conturbada ou não. Quero aproveitar tudo aquilo que foi feito. Eu não vou ter tempo pra treinar.”

Abel foi questionado sobre priorizar três competições. “Já pensou se eu ganho as três competições? Já tenho uma sintonia forte com o torcedor do Inter. O que vier pra nós, vai ser muito bom. Está na hora. Clube é muito grande. Não vamos abdicar de nada”.

A lamentação sobre os jogadores lesionados e fora da temporada. “Perder o Boschilia, Saravia e Guerrero é muita coisa para um calendário apertado”.

O pouco tempo para treinar o time. “Guardiola falou recentemente que não é mais técnico. É um gerente. Não há tempo pra treinar no calendário. Vou moldar as coisas da minha forma. Algo que tenho como estratégia”.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.752