Após empréstimo no Coritiba, Juan Alano diz que não mantinha esperanças em jogar no Inter

Meio-campo surgiu no Internacional, mas não teve sequência de jogos

Atualmente no Kashima Antlers, do Japão, o meia Juan Alano revelou em entrevista ao site GZH, que sabia que seria difícil ser aproveitado no Internacional após ser emprestado ao Coritiba, em 2019.

“Quando eu fui emprestado, eu fui pensando só na minha carreira, em como era importante eu ter essa sequência que não tive no Inter. E, como eu sou da base do Inter, eu vi muitos jogadores que eram emprestados, faziam bons campeonatos, mas nunca voltavam para o Inter. Então, eu tinha essa ideia de que seria difícil eu ser emprestado e voltar para jogar. Fui convicto de que faria um ótimo campeonato e, se voltasse, tudo bem. Mas, se tivesse outros caminhos, como aconteceu, tudo bem também. Confio muito no que Deus coloca no nosso caminho e estou muito feliz de ter vindo para cá. Como eu sou novo, profissionalmente, foi muito bom para mim”, disse.

Dados de Juan Alano (Reprodução/Transfermarkt)
Dados de Juan Alano (Reprodução/Transfermarkt)




Na temporada de 2020, o jogador de 24 anos participou de 33 jogos, com quatro gols marcados. E o meia quer aumentar estes números, já que no momento não pensa em retornar ao Brasil.

“Acho que é muito cedo. Claro que a gente pensa na carreira, mas como é meu segundo ano, só penso em ficar no Japão. É um país muito bom, um clube muito bom e eu gosto muito daqui. Então, não penso em voltar agora para o Brasil. Estou muito focado no Kashima, quero ser campeão. A gente sabe que tem condições e só penso nisso”, concluiu.

O meia foi formado no Internacional, onde participou de 32 partidas, mas nunca com sequência de jogos. Debutou entre os profissionais na temporada de 2017 e foi cedido por empréstimo ao Coritiba em 2019. Após passagem pelo Coxa, foi vendido para o Kashima Antlers. 

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 724

Ao clicar no botão de inscrição, você nunca mais perderá os novos artigos!