Após provocações, Maicon revela ameaças: “Vão nos matar”

Meio-campo, no entanto, não disse de onde surgiram as supostas ameaças

O volante Maicon, do Grêmio, revelou em entrevista coletiva nessa sexta-feira (7), que o grupo gremista teria recebido ameaças pelas provocações após vitória no Gre-Nal 426.

Ainda dentro do vestiário na Arena, Maicon fez uma live e fez diversas provocações ao Internacional. Até o presidente gremista, Romildo Bolzan, foi ao lado do veterano jogador para falar.

“Recebemos mensagens até engraçadas, que vão nos matar, que vão fazer isso, aquilo. Mas quando é com eles, fica difícil. Complicado, não aceitam. Nós entramos para jogar o melhor futebol, dar alegria ao torcedor, ganhar, sem querer arrumar confusão. Nada. Futebol é resolvido em campo. Relação é profissional, de respeito. Somos pais de família”, disse Maicon, antes de complementar:

“Durante um tempo, nosso rival fez muito isso. Agora que é nossa vez está errado? Não vejo. Tem que aguentar, não tem jeito. Futebol é assim. Não adianta querer ser só do seu lado. E tem que ter. Quando ganhar, pode brincar, tirar onda. Faz parte do futebol. Isso abrilhanta. Claro, com respeito”.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.732