Árbitro que levou gancho após polêmica com Neymar apitará Inter x Melgar na Sul-Americana

Colorado empatou sem gols com os peruanos na partida de ida

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) divulgou nessa sexta-feira (5) os árbitros que comandarão as partidas de volta das quartas de final da Copa Sul-Americana. No jogo do Inter, um experiente nome, mas que já foi cercado de polêmicas: Roberto Tobar.

O chileno de 44 anos recebeu um gancho da entidade no final de 2021, quando foi avaliado que ele teve erros em uma partida do Brasil contra a Colômbia pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Tobar ficou de fora de partidas por não ter repreendido o atacante Neymar em dois lances por “ação antidesportiva de indisciplina” e um de “uso ilegal do braço” da parte do colombiano Juan Guillermo Cuadrado.

“Tobar cometeu erros graves e manifestos na condução disciplinar da partida, não tomando as decisões correspondentes conforme as normativas vigentes, colocando em risco o controle da partida”, disse à época a Comissão de Árbitros da Conmebol.

Mesmo que tenha sido envolvido em polêmica, fato é que o chileno é um dos mais experientes do continente. Já apitou finais de Copa América, Libertadores, Sul-Americana e Recopa.

Os companheiros de Tobar na partida do Internacional também são chilenos, Christian Schiemann e Claudio Rios os auxiliares, Cristian Garay o quarto árbitro e Juan Lara, no VAR.

Com Roberto Tobar no apito, o Inter encara o FCB Melgar às 19h15 da próxima quinta-feira (11), no estádio Beira-Rio. O Colorado precisa vencer os peruanos por qualquer placar para avançar às semifinais.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 1.851