Atacante do Inter será julgado no STJD e pode pegar gancho de até 12 jogos

O Campeonato Brasileiro se nada acontecer de maneira anormal terminará em 6 de dezembro. O setor jurídico do Colorado, no entanto, seguirá com as atividades após esta data por conta de uma causa específica.

O atacante Lucca, expulso na derrota para o Bahia em 18 de outubro, será julgado em 8 de dezembro no Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD). O árbitro Marcelo de Lima Henrique, em súmula, explicou o cartão vermelho.

“Golpear ou tentar golpear um adversário com uso de força excessiva na disputa da bola – Após revisão na ara, expulsei por desferir uma cotovelada atingindo o rosto do seu adversário sr. vitor hugo franchescoli de souza, n 31 com o uso de força excessiva em disputa de bola. informo que o atleta atingindo necessitou de atendimento médico, não retornando ao campo de jogo pois foi substituido”, diz o documento.

Denunciado pela Procuradoria, o jogador de 20 anos foi enquadrado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O texto deste trecho cita “praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente”. A pena prevista caso seja punido é de quatro a 12 partidas.

O plano do Inter é na tentativa de conseguir a desqualificação do artigo para outro com pena mínima, no caso de uma partida, esta que já foi cumprida no jogo seguinte à expulsão. Caso tudo dê errado e o atleta precise cumprir a punição, por óbvio esta acontecerá somente em 2024.

CLIQUE AQUI E RECEBA AS NOTÍCIAS DO INTER NO WHATSAPP
Com a vitória sobre o Cuiabá, o Clube do Povo foi aos 49 pontos na tabela de classificação e no momento ocupa a 10ª posição. O Colorado volta a campo às 18h de sábado (2), quando encara o Corinthians, no Itaquerão.

WHATSAPP