Bons gramados? Veja estádios que Coudet comandou o Racing na Argentina

Qualidade dos pisos do Gauchão virou enorme polêmica

Após a retomada do Campeonato Gaúcho, a condição dos gramados virou pauta recorrente no Internacional. A derrota para o Grêmio e o empate com o Esportivo foram para a conta das más condições do piso. O técnico do Inter Eduardo Coudet liderou o discurso.

“Se tiver que preparar a equipe para jogar em campo ruim sempre, vão precisar procurar outro treinador. Está dificultando meu trabalho”, reclamou o comandante do Inter sobre a Montanha dos Vinhedos.

“Campo de hoje não era futebol. Difícil fazer qualquer análise, sinceramente. Sempre tento ganhar, atacar… Mas com o gramado de hoje, e da quarta-feira, não dá. Sejam realistas, não é sério um time do tamanho do Inter jogar em um campo desses”, complementou.

Há quem opine que a condição dos gramados influencia, mas que também falta futebol. O jornalista Leandro Behs, do canal Vozes do Gigante, criticou fortemente o técnico do Inter e o compara com um estilo Felipão.

Veja os gols de Esportivo 1 x 1 Inter

“O Coudet pode ter razão no gramado, tudo bem. Só que Libertadores e Brasileirão não vai ser sempre no Beira-Rio, vai ter gramado ruim também. Me parece que Coudet foi ao melhor estilo Felipão, vamos arrumar um inimigo para justificar que não estamos bem em campo”, disse Behs.

Antes de chegar ao Internacional, Coudet comandou o Racing no Campeonato Argentino. E por lá, os gramados são bons? O blog Resistência Colorada listou oito palcos que Chacho liderou o clube de Avellaneda. No vídeo, todos os selecionados parecem ter melhores condições do que a Montanha dos Vinhedos e Centenário, locais onde o Inter atuou na retomada do Gauchão.

Por óbvio, as partidas destacadas pelo blog são de um certame nacional, até porque no país vizinho não existem estaduais. Veja abaixo:

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 2.306