COI muda regra das Olimpíadas

Comitô Olímpico Internacional faz uma série de adaptações, após adiamento dos jogos

O limite de idade para os jogadores que participarão das Olimpíadas de Tóquio subiu para 24 anos em 2021. A medida foi anunciada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), que pela mudança no calendário dos jogos devido à pandemia do novo coronavírus, seria disputado em 2020 e foi postergado para o próximo ano, teve de fazer uma série de adaptações.

“Foi confirmado que os atletas que tiveram direito a competir em julho de 2020 permanecerão elegíveis em julho de 2021. A idade máxima para o evento masculino é de 23 anos, mas para Tóquio-2020, este será 24. Além disso, a regra de ter três atletas por equipe sem restrições de idade permanece válido”, anunciou o comitê sobre a disputa do futebol masculino.

A seleção brasileira conquistou a vaga para os jogos com o segundo lugar no quadrangular final do torneio pré-olímpico, disputado em fevereiro, na Colômbia. Quem participou desta campanha foi o zagueiro do Internacional Bruno Fuchs.

A nova adaptação das Olimpíadas, no entanto, não afeta o defensor colorado. Isso porque o destro de 1,90m tem apenas 21 anos. Já para o gremista Matheus Henrique a medida reabriu as portas para disputar os jogos.

O volante do Grêmio é um dos diversos casos em que o ano de 2020 seria o último apto a disputar a competição, uma vez que o jogador fará 24 anos na próxima temporada. Matheus não é o único em tal situação, já que 11 jogadores convocados por André Jardine não poderiam ir às Olimpíadas em 2021 caso não houvesse ampliação da idade limite.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.655