Colunista crava fim do Gauchão caso não seja retomado em 26 de julho

No momento, nem treinos coletivos são liberados no Estado

Ao contrário das correntes dos principais estaduais do Brasil, o Campeonato Gaúcho corre risco de não ser encerrado dentro de campo. Quem corrobora essa afirmação é o jornalista Leonardo Oliveira, em coluna publicada nessa quinta-feira (9), no site GaúchaZH.

Leonardo baseia sua opinião nas datas. Caso o Gauchão não seja retomada em 26 de julho, não haveria datas disponíveis, já que o Campeonato Brasileiro tem o final de semana de 8 de agosto como ponto de partida.

“A questão é que o relógio corre contra o Gauchão. Se não for retomado até o dia 26 de julho, anote aí: o Caxias será o campeão, e cada um dos outros 11 participantes cuidará de sua vida. É pura matemática. Começando no dia 26, a fase classificatória terminará no dia 2. No meio da semana, no dia 5, seriam disputadas as semifinais. Ficariam penduradas a final do returno e a do Gauchão, que será necessária caso o Caxias não vença também essa perna do campeonato”, diz um trecho da coluna.

O jornalista ainda cita as brechas da Copa do Brasil para as finais do Gauchão. Juventude e São José são os gaúchos na atual fase do mata-mata nacional. Seria aí a brecha para que o ruralito seja concluído dentro de campo.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 2.296