Comentário de Mauricio sobre Coudet repercute nas redes sociais

O Internacional desde 1945 não sabe o que é ficar atrás do Grêmio em confrontos diretos, são 79 anos de paternidade, como mostrou o mosaico da Guarda Popular no Gre-Nal 441. Destaque do clássico, com gol e assistência para Alario, Mauricio deu uma declaração sobre o técnico Eduardo Coudet que repercutiu nas redes sociais: que o treinador chega a ser chato (no bom sentido) em busca da perfeição dos movimentos.

“Ele conversa comigo sobre posicionamento e o que tem que melhorar. É um cara muito exigente. É muito “chato” pelas cobranças porque quer a perfeição. Ele é muito importante por me deixar um jogador mais completo. Ele me ajudou muito em algumas coisas que eu não tinha tanta qualidade. (Melhorou) a marcação. Ele me ajudou muito quando acertar a pressão, tentar dar o bote e ter a leitura defensiva. É um jogo que exige muito defensivamente na função que faço”, disse o meia para o ge.

“É claro que você ficar com a posse de bola é muito melhor do que ficar correndo atrás. Tem muito mais chances de fazer o gol com a posse do que estando sem ela. É a mesma coisa com a marcação-pressão. Prefere marcar baixo e ter 70 metros para correr e fazer o gol ou prefere ter uma marcação boa e estar a cinco metros?”, completou.

“Ele sempre me cobra para eu ter esse aproveitamento com o chute porque eu treino bastante, uma característica minha. É uma coisa que eu me cobro bastante e ele sempre fala antes do jogo “procura chutar, aproveita essa qualidade que você tem”, concluiu.

CLIQUE AQUI E RECEBA AS NOTÍCIAS DO INTER NO EM SEU WHATSAPP
Com a vitória, o Clube do Povo foi aos 25 pontos e terminará a primeira fase líder do estadual. O Colorado volta a campo nesta quarta-feira (28) às 20h, quando encara o Asa, em Arapiraca, confronto de estreia na Copa do Brasil

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.579

Ao clicar no botão de inscrição, você nunca mais perderá os novos artigos!