Coudet diz que clube não tem dinheiro para contratar e Inter se posiciona

Direção avalia como normal as palavras do treinador

Após a vitória sobre o Coritiba, o técnico Eduardo Coudet foi questionado sobre a possibilidade de contratar Nacho Fernández, que comunicou o River Plate o desejo de ser transferido. O comandante foi enfático em dizer que o clube não tem dinheiro para contratações. O Inter vê a ação com normalidade.

“Vemos com extrema normalidade. Nós mesmos falamos sobre as finanças do Inter, das nossas limitações, principalmente com a pandemia do coronavírus. É sabido que precisamos vender um ou outro jogador para nos equilibrarmos e falamos muito com ele sobre isso, inclusive. Ele sabe de tudo”, afirmou o vice-presidente do Inter, Alexandre Chaves Barcellos, ao site GaúchaZH.

“Não causou nenhuma surpresa o fato de ele ter externado. Temos um ambiente tranquilo e não encaramos como uma reclamação”, complementou.

O Inter anunciou três contratações desde a paralisação do futebol: Matheus Jussa, Lucas Ribeiro e Yuri Alberto. O clube não contratar jogadores renomados no futebol não é problema para o comandante, que entende o momento do clube.

“O que acontece é que impossível fazer o que tínhamos tratado antes. Porque tínhamos uma expectativa e veio uma pandemia. Então tenho que entender que acertamos uma coisa (contratações), que não se pode cumprir por algo lógico. O clube não é culpado de não trazer grandes nomes por essa situação. A realidade é que temos que tirar o melhor desse grupo e é dessa forma que vamos competir com todos. Estou junto com o clube, que está sendo sensato em não fazer loucuras econômicas. Não me escondo da minha responsabilidade por não ter feito (clube) uma ou outra contratação. Estou contente com o plantel que tenho e vamos tirar deles o máximo”, disse Chacho após a vitória sobre o Coritiba.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 2.306