Cuca reclama de gol anulado do Santos: “Não é mão, é pênalti”

Seria o gol de empate dos paulistas

A vitória do Inter sobre o Santos no Campeonato Brasileiro poderia ter um desfecho diferente, caso um gol do Peixe não fosse anulado. No lance, Kaio Jorge divide com Lomba e a bola entra. O VAR verificou o lance e foi dado toque de mão do atacante. O técnico Cuca reclamou.

“No meu modo de ver, um erro absurdo. Bola bate na mão antes de entrar, é nítido, mas por quê? Se jogou? Foi derrubado. Lomba o derruba. Bola bateu na mão, mas é lance interpretativo. Antes de bater na mão ele foi derrubado. Não é mão, é pênalti. Foi muito claro o pênalti. É um erro que nesse momento que vivemos é crucial fazer o gol, equipe retoma a confiança e parte até quem sabe virar“, disse Cuca em entrevista coletiva.

“Não é choro, é segundo jogo e segundo erro gravíssimo. Não vou atribuir a isso, depois o Internacional fez o segundo gol, mas é consequência de se jogar no ataque. Sabia da necessidade de muito trabalho, temos que retomar a confiança“, complementou.

O Colorado volta a campo no próximo domingo (16), às 18h, quando encara o Fluminense de Odair Hellmann, no Maracanã. Papito terá um desfalque de peso para o confronto.

Veja o lance polêmico:

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 2.296