Custo de Palacios é o dobro que o Inter teria de pagar para manter Cuestinha

Colorado liberou o colombiano com argumento que abre vaga de estrangeiro no elenco

O Internacional não exerceu a opção de compra do atacante Juan Cuesta e assim o colombiano regressa ao Independiente Medellín. O Inter no comunicado citou que a liberação do jogador abre uma vaga de estrangeiro e há uma curiosidade em comparação com Carlos Palacios, outro gringo do elenco.

O atacante chileno custou ao Internacional 3 milhões de dólares, valor este que está sendo pago de forma parcelada. Para o Inter ficar em definitivo com Juan Cuesta, a cifra ficou em 1,5 milhão de dólares, metade do custo de Palacios, que participou de 34 partidas em 2021 e não marcou um golzinho sequer.

Juan Cuesta em ação contra o Athletico (Foto: Ricardo Duarte/SCI)
Juan Cuesta em ação contra o Athletico (Foto: Ricardo Duarte/SCI)

O anúncio de que o Inter não iria permanecer com Juan Cuesta gerou críticas de torcedores, por pelo menos dois motivos. Além de o atacante ter atuações de destaque no time sub-20, o contrato de empréstimo iria até o meio de 2022. Ou seja, daria para observá-lo no Campeonato Gaúcho para ter uma melhor avaliação.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) permite até cinco estrangeiros relacionados para uma partida em competições oficiais. O Inter tem quatro jogadores em seu elenco nascidos fora do país: Bruno Méndez, Gabriel Mercado, Victor Cuesta e Carlos Palacios.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 1.373