Declaração de Coudet após derrota para o Coritiba repercute entre torcedores e imprensa

O Internacional perdeu para o Coritiba por 4 a 3 na noite desse domingo (29), no estádio Beira-Rio, confronto da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após a derrota, o técnico Eduardo Coudet deu uma declaração que repercutiu.

O treinador repercutiu as críticas de que quando saem os meio-campistas Charles Aránguiz e Alan Patrick o time cai de qualidade. O técnico relativizou e afirmou que esta situação é normal, o necessário é não ter uma distância tão grande entre o titular e o reserva.

“Se saem Alan Patrick e Aránguiz, qualquer time baixa de rendimento. Acho que temos um bom grupo. Temos que trabalhar para ter menos distância entre quem joga e quem entra. Não pode ter distância grande para quando precisamos contar com quem tem menos minutos”

Veja abaixo outros trechos:
“Nós apostamos tudo na Libertadores e a ter uma vaga direta [na Libertadores 2024]. Estivemos perto. Competimos. Há 8 anos o Inter não chegava à semifinal. Temos que fazer um grande jogo na quarta e ficar com os 3 pontos”

“O principal risco que corremos foi tentar ser campeão da Liberta [Libertadores]. Estivemos a 10 minutos jogar a final do sábado”

“Como todo treinador, dependo do resultado. Sinto que, tirando o jogo de hoje, o desempenho do time é muito bom. Até 31 de dezembro… o resultado manda também, vou ser o treinador. Depois estou à margem a nível eleitoral. Só tenho que trabalhar”

“Quando você ganha é um gênio, quando perde é um ‘boludo’ (burro). Hoje sou ‘boludo'”

“A avaliação é simples: ao ter um jogador a menos desde os 5 minutos, é muito difícil. O futebol brasileiro é muito competitivo”

“Cometemos erros, por isto também sofremos 4 gols. A análise passa pela expulsão. Jogar com um a menos desde o minuto 5 é difícil. Ainda assim com 10, o time gerou chances, teve mais a bola, mas o resultado não foi suficiente”

Com a derrota, o Clube do Povo estacionou nos 38 pontos e ocupa a 12ª posição na tabela de classificação. O Colorado volta a campo às 19h de quarta-feira (1º), quando encara o América-MG, de novo às margens do Guaíba.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.752