Diego Aguirre revela jogador que não queria que fosse contratado pelo Inter em 2015: “Irresponsabilidade”

Em entrevista veiculada nessa segunda-feira (22) no canal do jornalista Filipe Gamba no YouTube, o ex-técnico do Internacional e atualmente no Penãrol-URU, Diego Aguirre, revelou que na temporada de 2015 não queria a contratação do meia Anderson.

“Anderson era um jogador que não estava bem. Trouxeram ele como um craque. Foi uma irresponsabilidade total com o clube. Quando me perguntaram sobre ele, eu disse para não trazer. Busquei informações e disse que não queria. Uma semana depois ele estava no Beira-Rio. Ele era um bom menino, não tive problemas com ele, mas não gostei de como as coisas aconteceram”, disse.

Anderson apresentado no Inter (Divulgação)

Retorno ao Inter em 2021. “Para mim foi uma surpresa voltar ao Inter em 2021. Estava pela rua, andando, quando recebo mensagem no celular se eu gostaria de voltar. Disse que sim, claro. Em três dias, estava em Porto Alegre novamente. Um orgulho voltar para a cidade que eu adoro. Tivemos esse segundo ciclo que não foi como eu imaginava. As coisas começaram bem, mas não nos classificamos para a Libertadores e foi um ano ruim para o Inter. A questão da possível ida para a Seleção do Uruguai atrapalhou, tirou um pouco o meu foco. Mas fiquei sem Inter e sem Seleção. Me senti mal pela situação.”

CLIQUE AQUI E RECEBA AS NOTÍCIAS DO INTER NO EM SEU WHATSAPP
Sobre o polêmico áudio vazado do preparador físico Paulo Paixão, em 2021. “Todos nós mandamos áudios que, se saem, estamos mortos (risos). Ele errou, mandou para alguém que confiou. Não foi um problema. Paulo é um fenômeno, uma pessoa do bem. Após o áudio, ele pediu demissão. Foi como se tivesse resolvido. Já não era um problema ali de dentro. Não foi uma crise”, concluiu.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.579

Ao clicar no botão de inscrição, você nunca mais perderá os novos artigos!