Diretor explica mudança na regra da fase de grupos da Libertadores

Com quatro pontos em dois jogos, Inter lidera o Grupo E da competição continental

O diretor de competições de clubes da Conmebol, Frederico Nantes, comentou nessa segunda-feira (13) no programa Bem, Amigos!, do SporTV, sobre a volta das competições sul-americanas. Assim como o Brasil, a Libertadores e Sul-Americana já têm data para retorno: 15 de setembro e 27 de outubro, respectivamente. E uma mudança importante foi explicada.

Por conta da pandemia do coronavírus, os clubes terão sequência de partidas em poucos dias de intervalo. Por este e outros motivos, a Conmebol liberou trocar a inscrição de até cinco jogadores ainda na fase de grupos, o que em situação normal não era permitida.

Fred ressaltou que as finais seguem nas sedes já anunciadas. A Sul-Americana será decidida no Estádio Mario Alberto Kempes, Córdoba, Argentina. Já a Libertadores conhecerá o campeão no Maracanã, Rio de Janeiro.

Questionado sobre a possibilidade de a Libertadores mudar a logística e copiar a Liga dos Campeoões, onde os clubes se reunirão em Portugal para concluir o torneio a partir das quartas de final, o diretor explicou que não tem plano para mudar a atual fórmula de disputa. As partidas eliminatórias serão em dois encontros, ida e volta.

Embora as semifinais de ambas as competições tenham data marcada para acontecer, 6 e 13 de janeiro, as finais únicas têm três possibilidades: 23, 24 ou 30 do mesmo mês. A questão dos patrocinadores foi citada por Fred para a indefinição da partida de encerramento.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.655