Empresário diz que Guerrero abriria mão do que tem a receber para rescindir com Inter

Centroavante estaria insatisfeito com manifestações de dirigentes

A insatisfação de Guerrero no Internacional, noticiada pelo seu empresário Vinicius Prates no final de semana, movimentou o noticiário colorado. O estafe inclusive afirmou que o atleta abriria mão de valores por uma rescisão amigável.

Em contato com o repórter André Silva, da rádio Gaúcha, o agente afirmou que Guerrero abriria mão do que tem a receber até o final de contrato por uma rescisão. Se é do entendimento do clube que não irá renovar, o atleta aceitaria não receber salários futuros para quebrar o vínculo. O centroavante tem contrato até 31 de dezembro de 2021.

Dados de Guerrero (Reprodução/Transfermarkt)
Dados de Guerrero (Reprodução/Transfermarkt)

O jogador de 37 anos estaria insatisfeito com as declarações de dirigentes do Inter, que estariam colocando em dúvida a renovação, por conta do alto investimento, idade, lesões e principalmente convocações para seleção.

Prates ainda ressaltou que não é desejo do jogador e também do representante de quebrar o contrato, a insatisfação se deu pela indefinição de renovar ou não. A intenção do Inter é resolver esta questão ainda nesta segunda-feira (3).

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 764

Ao clicar no botão de inscrição, você nunca mais perderá os novos artigos!