Então candidato da situação à presidência comunica que não vai concorrer

Clima quente nos bastidores políticos do Inter

O vice-presidente eleito do Internacional e então principal candidato da situação para o pleito de novembro, Alexandre Chaves Barcellos, convocou entrevista coletiva na manhã dessa terça-feira (6). O motivo: comunicar que não será candidato à presidência do Inter.

A principal razão para não correr se dá por receio de uma briga jurídica e possíveis danos do Profut. Uma vez que o dirigente está no seu segundo mandato e o Estatuto do clube freia três gestões seguidas.

Barcellos ressaltou também que o Movimento Inter Grande, no qual faz parte e também o presidente Marcelo Medeiros, não apoiará José Aquino Flores de Camargo, que se retirou da mesa do Conselho Deliberativo para concorrer.

“Tinha organizado minha vida dentro do clube, me preparei e, apenas por fatores políticos, não jurídicos, fui alijado do processo. Me choca”, disse Barcellos.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 2.296