Este é o estádio que o Inter quer fixar como sede até a recuperação do Beira-Rio

Sem poder utilizar o estádio Beira-Rio afetado pela enchente, o Internacional avalia ter uma sede fixa enquanto a casa colorada não fica apta. De acordo com publicação do site GZH, o Heriberto Hülse, em Criciúma, é uma opção.

“O Inter planeja fixar o Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma, como sede até a volta ao Beira-Rio, prevista para julho ou agosto. São três os motivos para que o local seja o favorito do clube para mandar seus jogos: a curta distância de Porto Alegre, a presença massiva de colorados na região e as boas condições do gramado”, publicou o site.

“O Inter planeja voltar a treinar no Rio Grande do Sul em 10 de junho, no CT de Alvorada, e o clube entende que viajar de ônibus até Criciúma é mais confortável do que o deslocamento de avião até outros locais”, completou.

Estádio Heriberto Hulse (Foto: Divulgação/Criciúma)
Estádio Heriberto Hulse (Foto: Divulgação/Criciúma)

Caso o Inter de fato coloque Criciúma como sede, obviamente esta operação terá custos. Cada vez que usar o Heriberto Hülse o gasto fica na casa de R$ 500 mil.

CLIQUE AQUI E RECEBA AS NOTÍCIAS DO INTER NO EM SEU WHATSAPP
O Colorado volta a campo às 21h30 da próxima terça-feira (4), quando encara o Real Tomayapo, na Bolívia, confronto pela Sul-Americana.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.678