Ex-Inter, Guerrero diz ter carinho por três clubes brasileiros

Ex-centroavante do Internacional, Paolo Guerrero concedeu entrevista para o jornalista André Hernan e comentou sobre suas passagens pelo futebol brasileiro. O atleta defendeu quatro times no Brasil, mas citou em tom carinhoso para apenas três.

“Não guardo rancor. Tenho paixão pelos clubes por onde passei, seja Corinthians, Flamengo ou Internacional. Sempre torço para que tenham sucesso. Aqui em casa, minha família política é gremista, mas eu sempre brinco com eles: ‘Aqui é Inter’. É assim, da mesma forma quando se trata de Corinthians x Palmeiras, sou Corinthians. Quando eu dizia que só jogaria no Corinthians, era porque me sentia querido”, disse Guerrero, sem citar o Avaí, seu último time no Brasil.

O jogador de 40 anos enfim voltará ao futebol peruano, fechou com a Universidad César Vallejo. Inclusive, pode ser adversário do Inter, uma vez que ambos os clubes estão na Copa Sul-Americana de 2024. A ação gerou enorme revolta dos torcedores do Alianza Lima, maior clube daquele país, onde o avante foi formado, mas não chegou a atuar no profissional pois antes foi vendido ao Bayern de Munique.

CLIQUE AQUI E RECEBA AS NOTÍCIAS DO INTER NO EM SEU WHATSAPP
O peruano foi contratado pelo Clube do Povo em 2018, mas por conta do imbróglio do doping só pôde atuar em abril de 2019. Ficou no Colorado até outubro de 2021, quando em comum acordo rescindiu o contrato. Depois que deixou o Beira-Rio, além da LDU, jogou ainda no Avaí e Racing.

“O Sport Club Internacional e o atleta Paolo Guerrero, após interesse mútuo, ajustaram o término antecipado do contrato de trabalho. Grande ídolo do futebol peruano e com reconhecida carreira mundial, o atacante vestiu a camisa colorada em 72 jogos e marcou 32 gols. O clube agradece e deseja sucesso na sequência da carreira”, dizia o comunicado do Inter à época.

WHATSAPP