Inter diz estranhar intimação depois das 22h e monta defesa para Coudet e D’Ale

Dupla se envolveu em confusão com o presidente da FGF

O vice-presidente jurídico do Inter, Gustavo Juchem, afirmou em entrevista ao site GaúchaZH nessa quarta-feira (29), que o clube achou estranho ter sido intimado depois das 22h sobre as denúncias contra D’Alessandro e Eduardo Coudet.

“Estranhamos termos sido intimados ontem (terça-feira, 28), após as 22h, bem como a concessão do prazo exíguo, de 24 horas, para indicarmos as provas que pretendemos produzir. Mas estamos preparando nossa defesa, que será apresentada no momento oportuno, visando os fatos considerados em sua inteireza, e devidamente enquadrados juridicamente”, relatou.

A rodada da semifinal do segundo turno do Campeonato Gaúcho está prevista para ser realizada no próximo final de semana. Com isso, caso haja punição esta será iniciada em uma eventual final de turno.

VEJA AQUI A CONFUSÃO

O camisa 10 pode ficar fora de ação por período entre 30 e 120 dias. Fora a sanção desportiva, poderá ter de pagar multa entre R$ 100 e R$ 100 mil. Já o comandante argentino poderá pegar gancho de até seis partidas.

O meia está enquadrado no artigo 243-C do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que cita “ameaçar alguém, por palavra, escrito, gestos ou por qualquer outro meio, a causar-lhe mal injusto ou grave”.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.597

Ao clicar no botão de inscrição, você nunca mais perderá os novos artigos!