Inter pode receber dinheiro por venda de Vitão mesmo não sendo dono dos direitos; entenda

A situação é curiosa, mas o Internacional pode faturar com o zagueiro Vitão mesmo que o clube não seja detentor dos direitos econômicos do atleta. E tal possibilidade surge com o interesse do Valencia-ESP em contratá-lo.

O jogador de 22 anos pertence ao Shakhtar Donetsk-UCR e atua no Inter por conta da normativa da Fifa que suspende contratos dos atletas que jogam na Rússia e Ucrânia, por conta da guerra.

O Colorado é “detentor” do jogador até junho de 2023. O Inter é quem manda nas ações. De acordo com a imprensa espanhola, o Valencia quer tê-lo já para janeiro, o que não dependeria só da venda do Shakhtar.

O clube ucraniano pode acertar uma venda, empréstimo, o que quiser, mas até junho de 2023 o Inter é quem dá as cartas. E aí que vem a possibilidade de faturar com o defensor mesmo que não seja dono dos direitos.

Site ElDesmarque noticia o interesse do Valencia (Reprodução)
Site ElDesmarque noticia o interesse do Valencia (Reprodução)

O Valencia o quer para janeiro, a única possibilidade de tal transferência acontecer no início do ano seria o Inter liberá-lo. E para tal, obviamente não sairia de mãos abanando. Se for desejo do atleta em jogar na La Liga, o clube ucraniano que compense o Inter financeiramente para o Colorado abrir mão da normativa da Fifa que o protege até junho de 2023.

Mesmo que exista tal possibilidade, a tendência maior é que o atleta permaneça no estádio Beira-Rio e o Clube do Povo exerça a compra dos direitos.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 2.164