Inter quer mais dinheiro na venda e Fuchs pode permanecer

Negócio recuou, mas ainda pode ser concretizado

O que parecia estar praticamente fechado, pode ter uma reviravolta. Isso porque o negócio que envolveria a ida de Bruno Fuchs ao Lille, da França, pode não acontecer. O Inter crê que pode arrumar mais dinheiro do que os cerca de 8 milhões de euros que estaria em pauta. A informação é da Rádio Grenal.

Há outros clubes interessados no jogador, mas apenas sondagens são feitas. A informação mais precisa é que uma equipe da Itália e outra da Inglaterra monitoram o jovem, mas ainda nada de proposta oficial.

O Inter quer vender e torna esta questão pública. Precisa vender para fazer caixa. Contando já com a transferência de Bruno Fuchs, o Colorado foi ao mercado e contratou outro zagueiro.

Lille punido

A equipe foi punida pela Uefa por conta do fair play financeiro, quando o clube gasta mais do que arrecada. Assim, sanções são impostas tanto financeira como desportivamente.

O Lille participou da Liga dos Campeões nesse ano. Com o quarto lugar na Ligue 1, classificou-se à Liga Europa, torneio continental de menor relevância. Para as temporadas de 2020/2021 e 2021/2022, o clube poderá inscrever em competições europeias o número máximo de 22 e 23 jogadores, respectivamente. A normalidade libera 25 atletas.

Outra punição desportiva é a proibição para inscrever jogadores recém-contratados se o clube não terminar com saldo de transferência líquido positivo. O clube vê tal situação como um problema, prova disso é que contratou o meia Angel Gomes, sem custos, e optou por emprestá-lo ao Boavista e não utilizá-lo na temporada.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.732