Inter rejeitou acordo apresentado por empresário de Guerrero

Atacante tem contrato até 31 de dezembro de 2021

O centroavante do Internacional, Paolo Guerrero, está insatisfeito no clube. Um dos motivos seria que dirigentes não garantem a renovação do contrato do jogador, que expira em 31 de dezembro. O agente propôs uma alternativa, mas foi rechaçada pelo Inter.

Em contato com o site Goal, o representante do camisa 9, Vinicius Prates, afirma que tentou a liberação do jogador, com isso o Inter economizaria com o salário que teria de ser pago até o final do ano.

“Eu não menti, eu falei com o Paulo Bracks (executivo de futebol do Inter) este ano sobre a possibilidade de liberar o Guerrero e em troca o Inter economizaria em não pagar o salário até o final do contrato, já que tinha o interesse de outro clube em contrata-lo. Ele disse que liberar desta maneira estava fora de cogitação, que só com uma proposta oficial de compra para compor uma negociação”, explicou o empresário.

O Internacional não abre mão da multa rescisória, caso o jogador queira realmente deixar o clube. Em quebra de vínculo, Guerrero teria de pagar ao Colorado cerca de 2,5 milhões de dólares.

VEJA MATÉRIAS SOBRE O CASO GUERRERO:

VÍDEO: jornalista afirma que Guerrero pediu para rescindir contrato com o Inter

Presidente do Inter detona empresário de Guerrero: “Está mentindo”

Empresário de Guerrero solta nota oficial e demonstra insatisfação do jogador

Vice do Inter cita investimento alto em Guerrero e que esperou o atleta em “vários momentos”

O valor da multa rescisória de Guerrero no Inter

Guerrero a caminho do Atlético-MG? Clube mineiro se manifesta

Ramírez comenta situação de Guerrero: “Nós contamos com Paolo”

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 764

Ao clicar no botão de inscrição, você nunca mais perderá os novos artigos!