Inter tem situação com a Turner diferente dos outros clubes

Colorado vive imbróglio judicial com o grupo norte-americano

O Internacional segue com o imbróglio jurídico com a Turner, detentora dos direitos de TV fechada do Campeonato Brasileiro. O conglomerado norte-americano não realiza os devidos pagamentos mensais que deveria quitar por contrato. Porém, o Inter tem situação distinta dos outros clubes com o grupo estrangeiro.

Ainda na gestão de Vitorio Piffero, o Clube do Povo assinou contrato com a Turner somente até 2020. Já as outras equipes da Séria têm acordo até 2024. Essa situação foi explicada nessa segunda-feira (13) pelo presidente colorado Marcelo Medeiros, na Rádio Gaúcha.

“Temos uma situação diferente ao dos outros sete clubes da Série A, que têm contrato até 2024. O contrato do Inter termina esse ano. A gente está procurando uma conciliação, até porque os valores a serem pagos para o Inter, em razão do tempo de contrato em vigência, são menores. Nossa ida ao Palácio do Planalto tinha relação com esta situação, porque a Medida Provisória publicada pelo presidente daria a Turner a possibilidade de transmitir mais jogos do que os contratados. Mas esta situação está meio complicada, a gente tem lido algumas matérias de que a tendência é que, no Congresso Nacional, a MP perca vigência. Mas o importante é que o Inter está trabalhando para conciliar, para que os valores pactuados sejam pagos ainda este ano.”

Além do Internacional, os sete clubes com contrato com a Turner até 2024 são: Athletico, Coritiba, Fortaleza, Palmeiras, Santos, Ceará e Bahia.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.137