Interrompido por Coudet, Muricy comenta episódio: “Não tenho vaidade”

Cena no programa Bem, Amigos! viralizou nas redes sociais

O técnico do Internacional, Eduardo Coudet, participou como convidado no programa Bem, Amigos!, do canal fechado SporTV. Quando o ex-técnico e atual comentarista Muricy Ramalho foi se apresentar a Chacho, foi interrompido. Em entrevista à Rádio Grenal na manhã dessa quarta-feira (28), Muricy relatou que o episódio gerou enorme repercussão.

“Incrível como várias pessoas me ligaram depois de segunda. Mas para mim foi algo natural. A pessoa não tem obrigação de conhecer a outra. Não tenho nenhum tipo de vaidade, achei natural para iniciar a conversa.”

Muricy também comentou que técnico tem de ser bom independente de naturalidade.

“Quando eu vou falar de treinador, não quero saber onde ele nasceu, quero saber se é bom. Tiveram estrangeiros que não deram certo. O que acontece é que os clubes estão escolhendo melhor, analisando para contratar.”




O ex-técnico crê que caso o Inter tivesse disputando apenas o Campeonato Brasileiro, as chances de título, 41 anos depois, seriam maiores.

“Temos que observar a ideia do treinador. O Coudet quer um time muito ofensivo e intenso, mas para isso precisa muito do físico, que é difícil manter. Se o Inter estivesse jogando só o Brasileiro, teria muita chance.”

Sobre poupar jogadores. “O dirigente nunca vai vir a público dizer que vai priorizar uma competição. Mas o Coudet tem razão. Ele tem um bom time, mas quando troca as peças o time decai. Com o calendário, a logística, o Inter vai sofrer.”

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.752