Jogador do Inter vaiado antes de começar partida contra o Delfín se defende: “São 11, nem sempre quando perde a culpa é minha”

O Internacional venceu o Delfín por 1 a 0 na noite desse sábado (8), no Alfredo Jaconi, última partida do Grupo C da Copa Sul-Americana. Após a partida, o lateral Renê comentou sobre as vaias que sofre da torcida por conta de erros recentes.

Na escalação anunciada nos alto-falantes antes do jogo, o lateral foi vaiado por torcedores, o único do time nesta situação, até o zagueiro Robert Renan foi aplaudido mesmo por conta daquela situação da cavadinha.

“É não perder a confiança. Sei o que eu posso jogar, sei que eu posso ajudar a equipe. Claro que quando você erra, é difícil. Eu jogo numa equipe que tem 11, nem sempre quando perde a culpa é minha”, disse Renê.

“Não garanto que não vou errar. Sou um cara que arrisco bastante. Se eu vejo que é bom pra equipe um passe eu vou arriscar. Claro que vamos buscar sempre não errar lá atrás. (…) Quando você joga bem, eles reconhecem e isso o que importa”, completou.

 

Com o triunfo, o Clube do Povo foi aos 11 pontos e terminou a chave na segunda colocação. Nos playoffs vai encarar o Rosario Central e se bater o time argentino enfrentará o Fortaleza nas oitavas de final.

CLIQUE AQUI E RECEBA AS NOTÍCIAS DO INTER NO EM SEU WHATSAPP
O Colorado volta a campo na próxima quinta-feira (13), quando encara o São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. O Inter é mandante neste jogo e vai ter como sede o Heriberto Hülse, em Criciúma.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.661