Mauro Cezar Pereira exalta Coudet e detona Renato Portaluppi

Enquanto o argentino dava treinos no Inter, o técnico gremista curtia praia no RJ

O jornalista Mauro Cezar Pereira afirmou no podcast Posse de Bola publicado no UOL nessa quarta-feira (22), que o técnico do Internacional Eduardo Coudet está mostrando mais compromisso profissional do que o comandante do Grêmio, Renato Portaluppi.

Mauro pontua que o argentino trocou seu país natal para o Brasil com um sério compromisso de se dar bem e ainda destaca que Coudet compareceu aos treinos em Porto Alegre desde o início da liberação e que Portaluppi só aparecia brincando na praia do Rio de Janeiro.

“Eu tenho expectativa maior em relação ao Internacional, que tem um técnico ali dedicado e desafiado, porque o cara foi campeão argentino no Racing e ele, quando sai da Argentina para trabalhar no Inter, não sai para brincar. Ele não veio para cá a passeio, ele veio para cá para fazer alguma coisa marcante, abrir um novo mercado, e aí ele vai ter o reconhecimento na Argentina maior ainda”, afirma Mauro (no vídeo abaixo a partir de 1:05:11).

“Passa a ser visto na Europa também, porque vai ser um técnico sul-americano, como outros argentinos que fazem sucesso lá fora, campeão argentino e campeão da Copa do Brasil ou campeão brasileiro, ou campeão da Libertadores. Ele vai ser visto assim: ‘esse cara já brilhou em dois países importantes na América do Sul’, e aí os agentes que fazem um trabalho para colocar os caras no mercado europeu passam a ter mais um argumento. Ele não está aqui brincando, está aqui para fazer alguma coisa grande, e o Renato está brincando na praia”, completa.

Veja também:

Mauro conclui com mais críticas ao técnico gremista.

“Não acredito que o Grêmio possa evoluir se o seu técnico não está trabalhando com os jogadores, mesmo que ele tenha lá auxiliares, pessoas que façam um trabalho tático, como muita gente diz. Acho até que é meio lenda em alguns aspectos. Ele tem que estar com os jogadores e ele não está. Ele está no Rio, está na praia, tinha que estar com seus jogadores. Se ele pode ficar na praia, por que ele não pode estar lá junto com os outros em Porto Alegre trabalhando? Não tem cabimento”, diz Mauro.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.668