O motivo que faz Coudet deixar Moledo fora do time

Experiente zagueiro parece estar fora dos planos

Mesmo com a venda do zagueiro Bruno Fuchs para o CSKA, da Rússia, o técnico do Internacional, Eduardo Coudet, não escolheu por Rodrigo Moledo para iniciar a partida diante do Fluminense. O argentino garante que não há nada pessoal contra o defensor.

Em coletiva após a derrota, Coudet visivelmente incomodado em diversos momentos garante que a escolha por outro nome passa pelas caraterísticas de jogo.

“Não tenho nenhum problema pessoal com ele. Já conversei com o Moledo. As características de jogo dele são distintas ao que eu quero fazer dentro de campo. Eu estou trabalhando para que ele possa fazer as mesmas coisas. É um grande profissional, uma grande pessoa, sempre que falei com ele, compreendeu o que eu falei. Não é algo pessoal, eu acho que pra esse jogo, não só pela parte técnica, mas também por essas conversas, preferi escalar outro jogador.”

Com a saída de Bruno Fuchs, o elenco colorado conta com oito nomes para a função: Lucas Ribeiro, Matheus Jussa, Pedro Henrique, Roberto, Cuesta, Carlos Eduardo, Rodrigo Moledo e Zé Gabriel. 

O Colorado volta a campo às 20h30 de quarta-feira (19), no Beira-Rio, quando recebe o Atlético Goianiense, na quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 2.306