O pedido de desculpa de William Pottker

Camisa 7 foi expulso infantilmente contra o Atlético-GO

O atacante William Pottker tinha a chance de assumir o lugar de Paolo Guerrero, lesionado e fora da temporada. No entanto, na goleada sobre o Atlético-GO, o camisa 7 foi expulso e foi para o fim da fila. O canhoto, no entanto, pediu desculpas pelo ocorrido.

“O Pottker já fez sua avaliação, ele pediu desculpas aos companheiros, à direção, à comissão técnica. O momento do jogo foi tenso, sabemos que muitas coisas acontecem no campo e não chegam ao lado de fora. As coisas que temos que tratar, trataremos dentro do vestiário. O Pottker é um jogador importante, está integrado ao grupo, atuante, com gana. Evidentemente que qualquer expulsão, com briga, reação, precisa ser conversada, e fizemos isso. Mas temos certeza da importância dele para o grupo. Ele tratou de pedir desculpas também ao torcedor. Os 10 que ficaram em campo mostraram a garra que têm e vencemos o jogo”, comentou o vice-presidente de Futebol Alessandro Barcellos.

O técnico do Inter, Eduardo Coudet, também comentou sobre o episódio. Pottker teria agredido o jogador Edson e o comandante reconhece o equívoco do atacante.

“Sabemos que ele cometeu um erro, mas somos um grupo para isso. Trabalhamos para corrigir quando alguém comete um equívoco, um erro, uma atitude como essa. São coisas que não queremos que aconteça, mas fizemos um grande esforço e seguimos adiante, que era o mais importante”, disse o treinador.

Com a vitória sobre os goianos, o Colorado chegou aos nove pontos e assumiu a liderança do certame. O Clube do Povo volta a campo no sábado (22), às 19h, quando encara o Galo, no Beira-Rio.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.667