O percentual que o Inter ficou dos direitos de Cesinha

Meia se transferiu para o Botafogo

O meia Cesinha não deu certo no Internacional. Ao menos nos profissionais, já que nas categorias de base foi extremo destaque e no grupo de cima não foi oportunizado. Agora no Botafogo, o Inter torce para o sucesso do atleta para ter lucros futuros, já que ficou com um percentual dos direitos.

O atleta de 20 anos pertence ao Três Passos e estava emprestado no Inter até o fim de 2020. Mesmo jogado para escanteio, o Inter não o queria liberar. Deixou o jogador seguir sua carreira após fazer um acordo: ficou com 15% dos direitos em uma futura venda, como informou o repórter da rádio Gaúcha Eduardo Gabardo.

Cesinha regularizado no Botafogo (Reprodução)

Site descreve Cesinha como “talentoso” e de “forte personalidade”

O meia, campeão da Copa SP, capitão e camisa 10, chegou a treinar entre os profissionais, mas a direção reiterou em diversas oportunidades que o meio-campo não preencheu “requisitos internos”. Para tê-lo em definitivo, o Colorado precisaria pagar R$ 800 mil por 50% dos direitos.

Cesinha está com seu nome publicado no BID da CBF e pode estrear pelo clube carioca. Na sexta-feira (6), o destro de 1,70m já treinou no campo anexo do Estádio Nilton Santos e está integrado totalmente no elenco principal. Deve inclusive estar no banco de reservas contra o Bahia no domingo (8), em Salvador, pela 20ª rodada do Brasileirão.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.735