“Obrigação”: a declaração do presidente do Nova Iguaçu que repercutiu na torcida do Inter

O Nova Iguaçu vendeu o mando de campo na partida contra o Internacional pela segunda fase da Copa do Brasil. O duelo acontecerá às 20h de quarta-feira (13) no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Presidente do clube carioca, Jânio Moraes afirmou que a obrigação de passar é do Inter.

“O jogo é dentro de campo. A obrigação é deles. Nossa folha salarial é de R$ 200 mil. Quanto é a do Inter? Chutaria mais de dez milhões. Mas como é duelo único, podemos fazer história”, disse o dirigente para a rádio Itatiaia.

Sobre a venda do mando de campo. “Jogar no Maracanã ou no Nilton Santos você precisa lotar praticamente o estádio. O custo é muito maior do que R$ 300 mil. O lucro é baixo. Por isso optamos pela venda do mando”, concluiu.

CLIQUE AQUI E RECEBA AS NOTÍCIAS DO INTER NO EM SEU WHATSAPP
Diferente da primeira fase, onde o melhor ranqueado poderia se classificar com um empate, a segunda fase se houver igualdade no placar a decisão da vaga será em cobranças de pênaltis.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.588

Ao clicar no botão de inscrição, você nunca mais perderá os novos artigos!