Renan minimiza derrota para o Mazembe: “Momento era de títulos”

Experiente goleiro atua no Esportivo, que atuará contra o Inter neste sábado (25)

Multicampeão com o Internacional, o goleiro Renan também esteve na pior derrota da história do Clube do Povo, quando superado pelo Mazembe, no Mundial de Clubes de 2010. Em entrevista à Rádio Bandeirantes nesse sábado, o arqueiro do Esportivo minimizou aquele revés.

“Quisera todo jogador ter seu ponto baixo num clube disputando seu Mundial. Normalmente é em rebaixamento, etc. Por mais que foi um baque (perder pro Mazembe), o momento era de títulos.”

Renan garante que o clube de Bento Gonçalves ainda tem objetivos no Campeonato Gaúcho. “Pra nós é um jogo importante, estamos no grupo de classificação. Nosso campo também sofreu com a onda de frio, então não está nas melhores condições. Tá bem longe do ideal.”

Veja outros trechos:

“A gente não tem o desenho do que o Inter vai fazer. Depois de um clássico, com um momento negativo, gera instabilidade né. Independente disso, quando se enfrenta um clube grande, temos que buscar o nosso melhor.”

“O Inter começou bem o Gre-Nal. Depois do lance do pênalti, Grêmio tomou o controle do jogo. Mas foi um jogo longe de ter uma disparidade pra um lado ou pra outro. Gol foi de bola parada, mas o resultado é que importa.”

“Vivi o ápice do Inter em questão de resultados, sou muito agradecido a instituição. Hoje, no meu momento de retomada da carreira, defendo o Esportivo e vamos tentar seguir uma sequência boa contra o Inter.”

“A gente conhece o D’Ale. Em função disso, já esperam dele uma reclamação. Pra ele, é normal uma cobrança depois de uma derrota e acabou sobrando pro presidente da FGF.”

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.655