Rizek diz que Nadine é vítima de machismo por opinião em jogo do Inter

Duelo contra o Palmeiras foi cercado de polêmicas

O jornalista André Rizek, do grupo Globo, afirmou no Twitter nessa quinta-feira (3), que a analista de arbitragem, Nadine Bastos, sofreu machismo por uma opinião dada em um lance de Palmeiras 1 x 1 Inter.

“Hoje, acordo vendo um volume incomum de posts criticando/ofendendo a Nadine Bastos (nossa comentarista de arbitragem) por causa de uma opinião que ela deu ontem – a mesma de um homem, Salvio Spinola, mas ela que foi parar nos TTs. Há quem chame esse tipo de coisa de ‘mimimi’. Mas eu prefiro continuar chamando do nome certo: machismo”, escreveu Rizek.




A moça comentou o empate entre paulistas e gaúchos no Premiere, canal do sistema de pay-per-view da Globo. O lance referido é o toque de mão na bola do zagueiro Luan, do Palmeiras, que culminou na penalidade máxima. Nadine diz que a marcação foi equivocada.

O árbitro da partida, Wilton Pereira Sampaio, deixou o jogo rolar e não apontou a irregularidade. No entanto, após ser chamado pelo árbitro de vídeo, voltou e mudou a decisão. A bola parada foi convertida por Thiago Galhardo.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 2.306