Santos sofre quase 60% dos gols com a mesma jogada

Inter encara o Peixe no Beira-Rio

O Internacional já sabe onde buscar o ponto fraco do Santos no embate das 19h30 desta quinta-feira (13), no Beira-Rio, em duelo da segunda rodada do Campeonato Brasileiro: a bola aérea.

O Peixe sofreu 17 gols na temporada. Destes, 10 tiveram origem no jogo aéreo. Quase 60% dos tentos sofridos são de bola pelo alto. Na retomada do futebol o adversário do Inter fez quatro partidas e em todas elas sofreu gol da mesma forma.

Bolas aéreas preocupam o Santos (Foto: Ivan Storti / SFC)

O Inter conhece o ponto fraco do adversário, mas também sabe que pelos lados do campo será difícil aproveitar tal fragilidade. Isso porque os laterais titulares, Moisés e Saravia, têm péssima média de assistências com a camisa vermelha.

Moisés, dono da posição pelo lado esquerdo, atuou em 12 jogos pelo Inter e deu dois passes para gol. Na média, o canhoto precisa de seis jogos para dar uma assistência.

Pelo lado direito, o número é igual. O argentino fez seis jogos no Inter e deu apenas uma assistência, logo na sua estreia, diante do Brasil de Pelotas, em 8 de março.

VEJA AQUI AONDE ASSISTIR INTER X SANTOS 

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.485