Vice do Inter diz que vai criar “algo novo” para minimizar estádio sem torcida

Dirigente citou que esperava o reinício das competições somente em agosto

O Campeonato Gaúcho será retomado em 23 de julho, já com clássico contra o Grêmio, no Beira-Rio, válido pela quarta rodada do segundo turno. Estádio sem público por conta da pandemia do novo coronavírus, o Inter já trabalha para não perder o fator casa.

“Fomos pegos um pouco de surpresa, estávamos esperando que as competições retornassem a partir de agosto e perdemos cerca de 10 dias de trabalho. Mesmo assim, já estamos trabalhando com foco no torcedor e no jogador. Queremos fazer com que o torcedor perceba que o estádio não está abandonado. Que estará vivo”, afirmou ao site GaúchaZH o vice-presidente de marketing do Inter, Nelson Pires.

“Sabemos que o torcedor motiva os jogadores. Quando a torcida e o jogador estão juntos, tudo flui melhor. Vamos criar algo novo. Agora terá que ser o time e o estádio jogando juntos. Estamos pensando também na experiencia que o atleta vive desde a chegada ao Beira-Rio e ele vê que já tem gente no pátio. Quando caminham pelo túnel já ouvem o som do torcedor e na entrada do gramado tem a explosão do torcedor“, complementou.

Nelson explica que  para utilizar sistemas de som e imagem precisa de autorizações de parceiros. “Na ausência do torcedor, o estádio tem que dialogar e jogar com o time. Estamos observando o que acontece e o que não foi feito pelo mundo. Algumas situações e ideias não se viabilizaram financeiramente. Estamos aguardando alguns posicionamentos da FGF (Federação Gaúcha de  Futebol), já que tudo que ajude ao evento será bem-vindo. O Beira-Rio vai jogar com o time, isso eu te garanto”, concluiu.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.653