Presidente do São Paulo explica decisão de não querer paralisar o Brasileirão

Apenas três clubes não querem a paralisação do Campeonato Brasileiro, mesmo com as enchentes que assolam o Rio Grande do Sul: Palmeiras, Flamengo e São Paulo. O presidente do tricolor paulista, Júlio Casares, explicou por que quer seguir a competição.

“O grande jogo, que não deve parar, é o da solidariedade. Esse é o gol de placar. A indústria do futebol é muito importante. Claro que existe uma dor nacional, mas temos que agir com muita razão e cautela. Parar duas rodadas ajuda no que? Ou isso é um simbolismo? Se for simbolismo, ele está aqui”, disse para a ESPN.

“O futebol pode continuar, garantindo aos clubes do Rio Grande do Sul, Juventude, Grêmio e Internacional, todas as condições de equiparação esportiva. Que eles tenham um calendário adequado, que o campeonato se estenda, que se preparem mais. Quem sabe a CBF comece a trabalhar em um grande fundo para ajudar na reconstrução dos clubes, como dos gramados. A CBF poderia ser a condutora disso”, completou.

 

CLIQUE AQUI E RECEBA AS NOTÍCIAS DO INTER NO EM SEU WHATSAPP
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) convocou uma reunião extraordinária para 27 de maio, em sua sede no Rio de Janeiro, para debater entre outros assuntos se paralisa ou não o Brasileirão.

WHATSAPP

Mais notícias

1 De 3.588

Ao clicar no botão de inscrição, você nunca mais perderá os novos artigos!